BNDES deve devolver parcela maior dos R$ 130 bi à União no 2º semestre

O BNDES pode pagar uma primeira parcela dos R$ 130 bilhões devidos à União até junho e concluirá a devolução até o fim de 2018, disse o diretor da área financeira e internacional do banco, Carlos Thadeu de Freitas, nesta terça-feira (23).

"Agora pode ser que tenha parcela menor, de 15, 30 (bilhões), mas a parte mais forte é no próximo semestre", disse Freitas a repórteres.

O governo federal quer reaver R$ 180 bilhões dos recursos repassados ao banco de fomento em governos anteriores, sendo R$ 130 bilhões em 2018.

Segundo o diretor, uma das possibilidades em estudo é o BNDES utilizar Letras de Crédito Imobiliário (LCIs) para fazer caixa e facilitar o pagamento ao governo.

"É um funding barato e o banco esse ano deve pagar os seus 130 bilhões. Então tem que ter funding", disse.

Para entrar no mercado de LCIs, o BNDES fez solicitação formal ao Banco Central este ano e aguarda resposta.