Especialistas analisam fatores que prejudicaram balança comercial em 2019

A soma de exportações e importações do Brasil caiu 5,7% em 2019 se compararmos com o ano anterior. Só as exportações caíram 7,5%, e a importações reduziram 3,3% em 2019. Com isso, o saldo da balança comercial, que chegou a 58 bilhões de dólares em 2018, caiu para 46 bilhões no ano passado. Para especialistas ouvidos pela reportagem, a queda no comércio internacional já era esperada, como opinou Luís Alberto Machado, membro do Conselho Federal de Economia.

O professor e economista da Fundação Getúlio Vargas, Robson Gonçalves, avalia que o resultado está dentro das possibilidades de uma economia ainda em recuperação e que, apesar do resultado menor, a balança comercial está no mesmo patamar de 2016.

Os dois economistas ainda destacam o papel da guerra comercial entre Estados Unidos e China como fator de retração do mercado internacional, como comentou o professor Robson Gonçalves.

O secretário de comércio exterior do ministério da Economia, Lucas Ferraz, ao comentar os números, aponta que, além da guerra comercial, fatores de instabilidade estariam reduzindo o comércio internacional, como o Brexit no Reino Unido e o aumento de taxas de importação pelos países.

Segundo o secretário, essa nova tendência do comércio internacional chegou para ficar. Lucas Ferraz lembra ainda que as economias do G20, que reúne as maiores potências do planeta, criaram mais de mil e quinhentas novas barreiras comerciais desde 2008.

Fonte: EBC